Governo Federal libera verba para reformas na Biblioteca Nacional

quarta-feira, 12 de junho de 2019.
Institucional
investimento, prédio anexo
O Secretário Especial de Cultura, Henrique Pires, esteve na sede da Biblioteca Nacional na última semana para referendar a liberação de R$ 22 milhões do Fundo de Direito Difuso do Ministério da Justiça (FDD), verba aprovada em reunião no início do mês.

cobertura-5396-governo-federal-libera-verba-reformas.jpg

junho de 2019 - Helena Severo, presidente da Biblioteca Nacional, e Henrique Pires, Secretário Especial de Cultura.
junho de 2019 - Helena Severo, presidente da Biblioteca Nacional, e Henrique Pires, Secretário Especial de Cultura.

Segundo Helena Severo, presidente da Biblioteca Nacional, a verba é importantíssima para a BN, pois será usada na instalação do sistema de combate a incêndio na sede, projeto já aprovado pelo IPHAN e Corpo de Bombeiros, indispensável para a segurança do prédio, do acervo e dos funcionários. Esta obra deverá custar em torno de R$ 1 milhão.

A maior parte da verba, em torno de R$ 21 milhões, será para a recuperação do prédio anexo, na região portuária. “Há anos aquele prédio precisa de reforma, de uma reestruturação. Está em péssimas condições e é crucial para a BN, porque o prédio sede já não tem espaço físico para armazenar parte do acervo. Precisamos de um local onde se possa armazenar, em boas condições, seguindo todas as regras para o armazenamento de acervos”, afirma a presidente.

Segundo Helena, a obra começará ainda este ano, pela recuperação do telhado, que é o ponto mais sensível. “Nos últimos temporais no Rio, uma parte do telhado foi danificada e houve inundação de algumas partes do prédio”.

Em 2020, serão recuperados o andar térreo, o segundo andar e a fachada do prédio. “Será um avanço considerável, pois o prédio já guarda a Hemeroteca e o Depósito Legal. Grande parte do acervo da Biblioteca Nacional poderá ser transferida para lá, desde que existam condições de segurança. O prédio será também um lugar de encontro, pois haverá cafeteria, lounge, etc.", declarou Helena Severo.

Junho de 2019 - Tânia Pacheco, Helena Severo, Henrique Pires e Maria Eduarda Marques.
junho de 2019 - Helena Severo, presidente da Biblioteca Nacional, e Henrique Pires, Secretário Especial de Cultura.
Junho de 2019 - O Secretário Especial de Cultura, Henrique Pires, se reuniu com a direção da Biblioteca Nacional para referendar a liberação de R$ 22 milhões do Fundo de Direito Difuso do Ministério da Justiça (FDD).