Aluísio Azevedo – Vida e Obra (1857-1913)

Autor(es): 
Jean-Yves Mérian

Coedição Editora Garamond/ FBN

(...) Como toda obra literária, a de Aluísio Azevedo conheceu altos e baixos, em função das condições de exercício do ofício de escritor e, é claro, em função do público que queria conquistar. Este livro também busca romper com a artificiosa divisão de sua obra em duas categorias: os bons romances e os maus,  aqueles que publicou em folhetins. O estudo destes últimos – de longe os mais populares e os mais lidos em sua época – é indispensável para que a evolução da produção literária de Aluísio Azevedo possa ser percebida, e também para que possa ser entendida a força da crítica social em sua obra. 

Aluísio Azevedo, vida e obra é o resultado de um trabalho a partir de fontes primárias e inéditas, de uma pesquisa sistemática nos arquivos públicos e privados em Lisboa, Rio de Janeiro, São Luís do Maranhão, Buenos Aires, Paris. Foram consultados, de forma metódica, todos os jornais e revistas publicados no Maranhão entre 1870 e 1882 e no Rio de Janeiro entre 1876 e 1896. Nos arquivos de Plínio Doyle e Aluísio Azevedo Sobrinho, no Rio de Janeiro, e nos arquivos do herdeiro do romancista, Pastor Azevedo Luquez, em Buenos Aires, dormiam valiosos documentos manuscritos e jornais raros que completaram a documentação.

(trecho da contracapa)

Características (título)

Ano de publicação: 
2013