Editores artesanais brasileiros

Autor(es): 
Gisela Creni

Coedição Editora Autêntica/FBN

Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edições, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro.

Resultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros. Somos, inicialmente, apresentados a João Cabral de Melo Neto e sua editora O Livro Inconsútil; em seguida, a Manuel Segalá e Philobiblion; a Geir Campos e a Thiago de Mello e sua Hipocampo; a Pedro Moacir Maia e Dinamene; a Gastão de Holanda e O Gráfico Amador, Mini Graf e Fontana; e, finalmente, a Cleber Teixeira e sua editora Noa Noa.

Todos esses editores singulares buscavam o processo da produção artesanal individualizada. Suas edições não nascem da pura fantasia, mas de uma combinação de espírito criador e capacidade de idealizar, coordenar e realizar seus projetos. Seu trabalho representa a reunião, numa só pessoa, de tarefas, no geral, claramente separadas: o responsável pela edição artesanal pode ser, ao mesmo tempo, autor, ilustrador, editor, tipógrafo e distribuidor.

(...)

Cristina Antunes

Curadora da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin

(trecho do texto de divulgação do livro)

Características (título)

Ano de publicação: 
2013